"TUHUs:Somos Todos TUHUs!"




Horários e Locais

31/03 (Domingo) às 13.33 em Capela do Asilo São Vicente (Rua São Vicente, 100 – Curitiba)

Livre | 60 | Curitiba – PR | Gratuito Teatro & Música (100 Lugares)

Descrição

“Tuhus: Somos Todos Tuhus” é um desdobramento do Projeto Aquamusical.

Tuhu é o apelido de Heitor Villa-Lobos dado a ele por sua mãe. TUHU*s: “Somos todos Tuhus” é uma vivência da nossa brasilidade em sons, palavras, cenas e canções concebida como uma suíte barroca, em quatro atos: Introdução, Microcosmos, Macrocosmos e Coda. Na Introdução, o Prelúdio BWV 846 de J.S. Bach (1685/1750) , a inspiração para a Ave Maria de Charles Gounod ( 1818/1893) constrói uma “ponte”, uma transição entre “dois mundos, o real e da fantasia” , um tempo de reflexão, um convite para aquietarmos nosso Espírito nos aproximando de Deus, Nosso Criador. Após a vivência desta obra emerge o Brasil. O Brasil nas palavras textuais ou contextuais de Heitor Villa-Lobos (1887/1959), na recriação sonora de suas obras, na experiência de um alter ego brasileiro que existe em cada um de nós: em nosso ser e fazer musical, nossas canções da infância, nosso cotidiano, uma descoberta do Pulso da Vida ao experimentar-se o pulsar dos sons, das cenas, das cores e imagens. Cada TUHU tem uma peculiaridade na individualidade de cada artista no palco e na plateia. Afinal, somos todos TUHUs, “eternas” crianças de todas as idades, seres apaixonados pelo Brasil.

Este Tuhus conta com a participação especial do Collegium Cantorum sob a Regência de helma Haller. Muito Obrigada pelo apoio, divulgação, Vivências Compartilhadas de nossa Brasilidade.

Salete Chiamulera

TUHUs

O Projeto Aquamusical – TUHUS:Somos Todos TUHUs!” é um Projeto de Extensão da UNESPAR/EMBAP

http://www.embap.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=16

Ficha Técnica

Projeto 33 - Salete Chiamulera (Criação e Direção), Helma Haller (Regência), Collegium Cantorum

Collegium Cantorum Coro Feminino foi inspirado no Orfeão dos Professores desenvolvido por Villa-Lobos, e fundado por Helma Haller no ano de 2000. Tornou-se um grupo curitibano, independente, que ao longo de 20 anos de atividade voluntária e contínua, trabalha em permanente oficina de canto coral. Sob a direção de sua fundadora possui várias participações em eventos internacionais, sempre divulgando a música coral brasileira, destacando-se a apresentação no Lincoln Center (NY, EUA, março de 2014), 2 diplomas de prata nos European Choir Games (Magdeburg, Alemanha, julho 2015) e concertos na Philharmonie de Berlim (Alemanha, fevereiro de 2017). Em 2018 lançou seu 5º Álbum, Acordes Poéticos, registrando repertório inédito da literatura musical brasileira e paranaense. www.cantorum.com.br

Collegium Cantorum - Integrantes: Amanda Salvatti, Ana Caroline de Paula, Ana Cristina Lago, Andressa Marques, Carina Calderón, Eliane Weber, Elizabeth Kosak, Emily Cassias Werner, Giovana Demarco, Giovana Patussi, Glaucenira Marta, Karla Eberle, Luyza Marks, Maressa Busch, Maria Herrmann, Mariane Dück, Renate Weiland, Suzana Morita

Helma Haller , maestrina paranaense, primeira a se formar no curso bacharelado de Composição e Regência da EMBAP em 1996, foi integrante da Camerata Antiqua de Curitiba de 1980 a 2012, como cantora, ensaiadora, membro do Conselho Artístico, diretora musical e regente do coro. No ano de 2000 criou seu próprio grupo, o coro feminino Collegium Cantorum, com o qual vem desenvolvendo importante resgate e divulgação da música coral brasileira. Atua como coach para solistas instrumentais ou cantores, grupos de câmara e coros. Representa o Brasil no World Choir Council e Crescendo International, contribuindo nos eventos e com artigos para a Interkultur. Em fevereiro de 2017 conduziu o Collegium Cantorum em concertos na Philharmonie Berlin, Alemanha, participando também com suas cantoras em um concerto junto ao renomado Coro da Rádio de Berlim. Em maio de 2018 participou do coro de câmara Soli Deo Gloria de Stuttgart em tournée na Alemanha junto à Jerusalem Baroque Orchestra (David Shemer) e a maestrina Monica Meira Vasques, integrando também o CD “Der Messias” de Händel em idioma hebraico, gravado para as comemorações dos 70 anos de fundação do Estado de Israel. Sob sua batuta os grupos têm marcado presença relevante no cenário nacional e internacional, com apresentações na Alemanha, Suíça, Portugal, Dinamarca, Itália, Estados Unidos e China.





Projeto 33